segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Diário de uma Paixão

(Márcia Oliveira)

Oi, amigos! Em primeiro lugar, quero agradecer a todos que estão visitando o blog e, em especial, agradecer ao carinho e aos elogios que venho recebendo. Só tenho lido e escutado coisas boas a respeito dele.




O Letr@rte é um projeto que eu já tinha em mente há algum tempo, mas era justamente tempo que me faltava para concretizá-lo, e acho que também ainda não era o momento, talvez se o tivesse criado antes, não estivesse sendo tão especial. Acho que as coisas só acontecem no momento exato, não adiantando forçar ou queimar etapas.




A verdade é que ando muito envaidecida com ele e, confesso que ele tem se tornado uma paixão. Procuro me dedicar ao máximo, e todos os textos que ponho aqui são produzidos com muito carinho e, principalmente, com muita, mas muita paixão. Acredito que quando fazemos as coisas com paixão, as pessoas sentem; acho que por isso tem dado tão certo. Até lembrei agora do filme Como Água para Chocolate, em que uma das personagens, de cujo nome não me lembro, vai para a cozinha preparar o almoço para a família e, como ela estava muito excitada, cheia de paixão e desejo, esses sentimentos são depositados na comida e todos passam a sentir o mesmo após sua ingestão. É muito engraçado! :)




Acho que é isso que está acontecendo comigo e com os leitores do Letras & Arte. Estou depositando aqui toda paixão que há em mim: meus sonhos, minhas angústias, minhas alegrias, meu amor pela Literatura, minhas emoções de um modo geral. Nem todo mundo tem coragem de dividir tais sentimentos com os outros, talvez por medo de parecer ridículo, talvez por medo de parecer fraco, não sei...o que sei é que sou humana e preciso extravasar minhas emoções. Quero dividir com os outros tudo de mais verdadeiro que há em mim. Não há porque manter os sentimentos ocultos, somos seres humanos e temos dentro de nós nossa maior riqueza: nossa interioridade. Precisamos arrancar as máscaras e deixar de ter medo de nos mostrar, porque não há nada mais belo nem mais fascinante do que um ser humano em sua essência.




Continuem visitando!




Divulguem!




...e se não for abusar, continuem elogiando! :)




Um grande beijo.

Um comentário:

Marília Fulô disse...

Adorei o "continuem elogiando" :-)

Blog é um vício mesmo! Eu cuido do meu todo santíssimo dia. Entro e saio várias vezes ao dia, como se alguma mudança substancial fosse acontecer sem a minha supervisão. Mas, confesso: na maioria das vezes, é só vaidade. Gosto de ficar olhando meu blog! :-D
(Na verdade, tenho uns 7 blogs diferentes - hehehehe)

O teu é lindo mesmo! E tão verdadeiro, tão humano, tão vivo! A tua cara!

Beijos.